Como trabalhar durante o Intercâmbio na Califórnia

Tempo de leitura: 8 minutos

Olá, pessoal! Recebo muitas pessoas perguntando se pode trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia, se dá para se manter por lá ou mesmo fazer uma grana para ajudar com os custos do Intercâmbio, afinal a crise não facilita e fica a questão: como fazer um intercâmbio barato e trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia? Parece um bicho de sete cabeças, mas não é bem assim. Na série de 4 vídeos sobre Intercâmbio Econômico na Califórnia eu já explico como economizar no Intercâmbio, (e se você ainda não viu, CLIQUE AQUI e deixe o seu email que eu mando os links dos 4 vídeos, ok?), e aqui vou te contar como funciona o trabalho para brasileiros na Califórnia.

De fato, trabalhar de forma legal, o que chamaríamos de “carteira assinada” no Brasil (embora não existe esse tipo de regime nos EUA), nós brasileiros sem direito a cidadania americana e sem conquistar um visto de trabalho, não podemos trabalhar assim. Então, se você tinha a intenção de trabalhar na sua área por lá, como dentista, engenheiro, advogado, professor de educação física, médico, publicitário etc, bom, é melhor deixar para lá, ou… Conseguir antes de viajar um emprego em uma empresa americana, pois só uma empresa de lá pode pedir um visto de trabalho para você! Mas fora isso existe os subempregos na Califórnia, nos quais você terá trabalhos mais humildes e até braçais, mas que podem render uma boa grana, ajudar nas despensas do intercâmbio e a conviver e praticar o inglês apenas por trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia.

COMO TRABALHAR DURANTE O INTERCÂMBIO NA CALIFÓRNIA

VISTO DE TRABALHO

Como Trabalhar durante o Intercâmbio na Califórnia- visto de trabalhoEu disse que para trabalhar legalmente nos EUA é preciso ter ou cidadania ou visto de trabalho americano, certo? Pois bem, aqui vou te explicar melhor como funciona o visto de trabalho americano e para começar é importante que você saiba que, antes de ter o visto, é preciso conseguir o emprego. Isso porque só quem pode solicitar um visto de trabalho para um profissional é a empresa contratante.

Ao conseguir um emprego e se essa empresa estiver disposta a investir em você, ela quem vai aplicar o seu visto de trabalho junto à embaixada. Para isso, além de investir uma boa grana, ela precisará provar que você tem diferenciais que ela não encontrou em outro profissional similar nativo (americano) e para provar isso ela precisa mostrar que procurou esse tipo de profissional e não achou um americano igual ou melhor do que você! Para reunir esse tipo de prova, normalmente a empresa faz anúncios em jornais e depois mostra que não conseguiu encontrar esse profissional.

Em seguida é preciso fazer uma espécie de relatório para mostrar no que você se difere, o que você vai oferecer a mais para essa empresa e então reunião essa documentação toda e aplicar o visto de trabalho para você. Nada disso garante que o visto será aprovado, até porque tem um limite de vistos aprovados por ano, mas se ele for aprovado, a empresa então poderá te contratar e o seu visto vale enquanto você trabalhar para essa mesma empresa. Caso você se desligue dessa companhia, você terá um prazo determinado para conseguir outro emprego ou deixar os Estados Unidos.

Enfim, resumidamente é isso e acho que deu para perceber que conseguir trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia na sua área é um pouco mais difícil do que parece, certo? Mas existem outras formas de trabalho.

SUBEMPREGOS PARA TRABALHAR DURANTE O INTERCÂMBIO NA CALIFÓRNIA

Como Trabalhar durante o Intercâmbio na Califórnia- subempregos e salário na CalifórniaJá fiz alguns posts aqui no Blog  e até vídeo no Canal do Youtube sobre subempregos na Califórnia, falando sobre salário mínimo na Califórnia e opções de trabalho.  E para trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia muitos brasileiros optam por essas atividades para conseguir ganhar dinheiro durante o intercâmbio. Entre as funções mais comuns estão babás (tanto a nany como a baby-sitter), garçom, garçonete, valet parking, construção civil, vendedor em lojas, cozinha de restaurantes e pizzarias etc.

Para conseguir esse tipo de emprego nem sempre vão te pedir documentações para comprovar que você é americano ou tem permissão para trabalhar, que seria o visto de trabalho ou um social security (o equivalente ao nosso CPF). Muitas empresas, (e normalmente pequenas empresas) querem apenas mão de obra barata e a melhor forma de ter isso nos Estados Unidos é contratando estrangeiros ilegais ou sem permissão para trabalho, como nós: brasileiros intercambistas precisando fazer uma grana!rs

O salário na Califórnia está em torno de US$9,00 por hora trabalhada, então é importante ter a ciência de que você não ganha salário mensal e nem mesmo diárias em lugar algum que você vá trabalhar. O que você ganha é um salário por hora trabalhada, então se trabalhar 10 horas por dia ganhará um valor e se trabalhar apenas 4, terá um salário bem inferior. Mas de todo modo, é um dinheiro que entra e mais: você tem a chance de conviver com mais pessoas, entender como funciona o trabalho e relações profissionais nos EUA e praticar o seu inglês.

O grande problema na verdade não está em como conseguir um emprego na Califórnia, está no risco de ser pego trabalhando ilegalmente. Conseguir emprego não é exatamente difícil, basta ter um nível de inglês razoável (afinal precisará se comunicar com as pessoas) currículo traduzido e ir à luta. Mas se você for pego por oficiais da imigração trabalhando, ou sofrer uma denúncia, aí você estará encrencado, pois terá problemas com a corte, certamente será deportado, perdendo assim o seu intercâmbio, o visto americano e ficará impedido de tentar um novo visto, ainda que de turista, por um bom tempo, cerca de 10 anos.

COMO COMPRAR E VENDER IMPORTADOS

A alternativa que eu encontrei para trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia e conseguir dinheiro para me manter (afinal, eu fui bem sem grana para lá, pois estava desempregada e com poucos trabalhos de design em mãos), foi vender importados. Na verdade eu já estava juntando dinheiro para o Intercâmbio com a venda de importados: ainda em São Paulo, eu importava produtos que as pessoas ao meu redor gostavam e revendia. Na época era ainda mais vantajoso do que hoje, pois o dólar era bem mais baixo, mas ainda hoje o lucro é considerável.

Com essa estratégia pesquisei como importar produtos dos EUA pagando muito menos doq eu as pessoas pagam normalmente em lojas no Brasil e apliquei o que aprendi e fiz uma renda extra com importados que me ajudou e muito a ter dinheiro para o Intercâmbio. Depois, quando comecei o meu intercâmbio, eu já tinha uma cerca carteira de clientes no Brasil: pessoas que já tinham comprado de mim algumas vezes e continuavam querendo mais produtos. Então passei a pegar encomendas, comprar os produtos em lojas próximas a minha casa em Los Angeles e enviar direto para o endereço das pessoas que compravam comigo.

Além de elas já confiarem em mim, pois sabiam que os produtos eram de qualidade, com o envio direto dos EUA, elas passaram a ter a experiência de receber em casa a caixa vinda direto da Califórnia e sempre com mimo a mais do que o que tinham comprado, o que me dava ainda mais credibilidade e conquistava os clientes.

Além de me ajudar a me manter por lá, investir em venda de importados me ajudou a trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia e ter dinheiro para passear por lá, viajar para Las Vegas 2 vezes durante o Intercâmbio, alugar carro em Los Angeles para conhecer cidades próximas e ainda ter dinheiro para comprar muitas coisas que eu queria para mim e para minha família por lá. Certamente foi a melhor estratégia, pois além de conseguir dinheiro, realizei o sonho de consumo de muitas pessoas e não corria o risco de ser pega trabalhando em um restaurante ou loja, por exemplo, e perder o meu visto.

Como Trabalhar durante o Intercâmbio na Califórnia-  Importando com Sucesso, Larissa DoblerNa minha época, descobrir como tudo isso funcionava era bem mais difícil, não conheci ninguém que já tinha feito algo parecido e pudesse me ajudar, nem tinha um Passo a Passo para seguir. Mas se você se interessar por trabalhar com Importados e fazer disso uma renda extra ainda no Brasil para juntar dinheiro para o seu Intercâmbio e continuar trabalhando com isso lá na Califórnia, te aconselho a conhecer a Larissa, uma jovem com muitas dias e técnicas para te ensinar no “Importando com Sucesso”, um curso online e gratuito que te ensina TUDO o que você precisa saber e fazer para arrasar nas importações!

Para conhecer mais sobre a Larissa, CLIQUE AQUI, deixe o seu email e já veja um vídeo da Lari contando várias dicas bacanas e diferenças de preços que assusta a arrepia até a alma da gente!rs

Gostou do post sobre como trabalhar durante o intercâmbio na Califórnia? Então deixa o seu comentário e compartilha nas suas redes sociais, ok?

See ya,

Fê Rabaglio

Sobre FêRabaglio

Designer gráfico, autora do Blog Vou Pra California e Guia Para Orlando, apaixonada por Las Vegas, California e Orlando, minha história com este universo começou logo após o término na universidade, quando decidi passar um tempo na California fazendo Intercâmbio! Queria conhecer a terra do cinema e das palmeiras, estudar inglês, mas de uma forma mais econômica do que os tradicionais intercâmbios. Foi aí que minha jornada começou, que me apaixonei por este tema e logo dei início ao Blog que hoje ajuda tantas pessoas a encontrarem suas trilhas com destino na California!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>